Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Ministério Público quer que TCU investigue notas secretas do Senado

Ministério Público quer que TCU investigue notas secretas do Senado

Ministério Público quer que TCU investigue notas secretas do Senado

No pedido, o órgão alega que ‘o povo’ é o dono do dinheiro

Ministério Público quer que TCU investigue notas secretas do Senado – O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (MPTCU) pediu que a Corte apure a conduta do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM), de manter em sigilo notas fiscais com gastos de verba de gabinete e ainda permitir que os demais senadores façam o mesmo.

Assinada pelo subprocurador-Geral Lucas Rocha Furtado, a representação feita ao TCU é mais um capítulo de uma história que se arrasta desde o início deste ano, quando o Senado passou a negar ao GLOBO o acesso a notas fiscais que totalizam R$ 1 milhão de gastos do gabinete de Alcolumbre em três pequenas gráficas de Brasília . O dono de uma das gráficas chegou a dizer que nem sequer lembrava-se do nome de Alcolumbre, apesar de o senador ter desembolsado, no início de 2017, mais de R$ 256 mil no modesto estabelecimento.

Para barrar o acesso às notas, Alcolumbre se amparou em um parecer da área jurídica da Casa, editado em 2016, durante a gestão do emedebista Renan Calheiros (AL). No documento em questão, os técnicos do Senado argumentaram que a divulgação das notas fiscais de gastos com a verba pública da Casa deveria ficar “a critério de cada parlamentar”. Os próprios senadores poderiam, na visão do Senado, decretar o sigilo sobre as próprias notas fiscais. Há anos, porém, a Câmara divulga as notas fiscais de gastos dos deputados, sem incorrer em quebra de “sigilo fiscal”.

Leia também:

https://www.i9treinamentos.com/grupo-de-jornalistas-lanca-newsletter-sobre-lei-de-acesso-a-informacao/

Na última sexta-feira, a Justiça Federal em Minas Gerais deu 20 dias para que o presidente do Senado preste esclarecimentos sobre a decisão de manter em sigilo as notas fiscais de gastos dos parlamentares com a verba de gabinete.  Uma ação popular movida na Justiça mineira pede que Alcolumbre retire o sigilo das notas fiscais negadas ao GLOBO.

No dia anterior, o GLOBO havia revelado que presidente do Senado tinha delegado aos senadores o direito de ignorar a Lei de Acesso à Informação (LAI) e tornar secretas as notas fiscais de despesas pagas com recursos públicos .

Depois da repercussão do caso, Alcolumbre anunciou, ainda na sexta-feira, a decisão de passar a divulgar no site da Casa as notas fiscais. A medida, no entanto, só entrará em vigor em julho e não valerá, em princípio, para as suas próprias notas fiscais de gastos com gráficas.

O MP quer que o TCU apure se a manutenção dos sigilo das notas tem favorecido o ocultamento de informações relativas às despesas públicas realizadas com verbas dos gabinetes dos senadores. Na representação feita no TCU, também destaca que a medida administrativa tomada por Alcolumbre, além de dificultar a participação e o controle social da gestão pública, “fere diretamente a transparência, a publicidade e o dever de prestar contas do gestor”.

“Caso haja, de fato, algum motivo apto a justificar o sigilo das notas fiscais das verbas dos gabinetes dos senadores, esses motivos devem ao menos ser apresentados àqueles que detêm o poder em nossa sociedade: o povo”, diz trecho do documento. 

“O povo” tem o direito de saber

A reportagem teve acesso à representação feita pelo MP ao TCU, no último dia 30. Nela, o subprocurador-Geral, Lucas Rocha Furtado, destaca que o Estado não é o dono da coisa pública, é apenas seu gestor. Para Furtado, o senador tem o dever de prestar contas não só aos órgãos de controle, mas especialmente à sociedade.

“Em nosso país, entendo que o direito de acesso à informação pode ser considerado como um direito humano fundamental diretamente vinculado à noção de democracia. Isso porque, conforme preceitua nossa Carta Magna, ‘todo o poder emana do povo’ e sendo assim, indiretamente, todos os bens públicos também devem ser considerados do povo”, diz  outra trecho da representação.

O Subprocurador-Geral destaca que um marco para o país foi a aprovação da Lei de Acesso à Informação (LAI) (12.527/11), por meio da qual foi garantido ao cidadão o acesso amplo a qualquer documento ou informação produzidos ou custodiados pelo Estado que não tenham caráter pessoal e não estejam protegidos por sigilo. 

“Sendo assim, a informação sob a guarda do Estado é, via de regra, pública, devendo o acesso a ela ser restringido apenas em casos específicos”.

Na representação feita ao TCU, o MP pede que a Corte “adote as providências de sua competência visando a apurar medida do atual presidente do Senado Federal que autoriza os parlamentares daquela Casa manterem sigilo sobre as notas fiscais das verbas de seus gabinetes. Pede ainda que o TCU apure  se a decisão do atual Presidente do Senado Federal afronta aos princípios da transparência, da publicidade e do dever de prestar contas, bem como dificulta a participação e o controle social da gestão pública. Ministério Público quer que TCU investigue notas secretas do Senado

Fonte

Conheça o calendário de cursos da I9 Treinamentos para o ano de 2019. Novos cursos e professores renomados. Clique na imagem abaixo e fique sabendo muito mais…

outubro 2019

14out(out 14)08:0018(out 18)17:00SIAFI Week Avançado Outubro 2019Aprofunde os conhecimentos para atuar na área de execução orçamentária, financeira e contábil através do SIAFI

21out(out 21)08:0022(out 22)18:00Emendas Parlamentares outubro de 2019Entenda o processo de captação de recursos através de emendas parlamentares

23out(out 23)08:3025(out 25)16:30Gestão da Comunicação e Mídias Sociais para a Administração PúblicaConheça os novos paradigmas da comunicação e debata os desafios impostos pela velocidade da comunicação no mundo digital.

28out(out 28)08:0029(out 29)17:00Curso prático de elaboração de termos de referência e projetos básicos outubro de 2019Assegure-se que o processo de licitação será econômico e juridicamente eficiente.

30out01novRevisão, Reequilíbrio e Reajuste de Contratos PúblicosConheça a legislação atualizada, a visão do Tribunal de Contas da União (TCU) e Jurisprudências na prática sobre o assunto.

novembro 2019

30out01novRevisão, Reequilíbrio e Reajuste de Contratos PúblicosConheça a legislação atualizada, a visão do Tribunal de Contas da União (TCU) e Jurisprudências na prática sobre o assunto.

06nov(nov 6)08:3008(nov 8)16:30Formação de Gestores e Fiscais de ContratosConheça os procedimentos, técnicas, responsabilidades, controles, ações e relatórios. Sob a perspectiva da nova instrução normativa nº 05/2017-SEGES/MPDG

11nov08:0018:00Simec Introdução ao PAR novembro de 2019Compreenda a correta utilização do SIMEC na fase preparatória

12nov08:0018:00Simec Fase de Diagnóstico do PAR novembro de 2019Compreenda a correta utilização do SIMEC de Diagnóstico do PAR

13nov08:0018:00Simec Fase de Planejamento e Execução novembro de 2019Compreenda a correta utilização do SIMEC de Planejamento e Execução

14nov08:0017:00Regularizando a situação no novo CAUCO Cauc mudou… conheça na prática e objetivamente como regularizar e atualizar a inadimplência de sua instituição.

18nov(nov 18)08:0022(nov 22)17:00Curso Plataforma +Brasil Completo Novembro de 2019Saiba tudo sobre o funcionamento da Plataforma +Brasil e sua correta utilização. Curso com todas as atualizações do módulo de transferências Voluntárias - Siconv

25nov(nov 25)08:0026(nov 26)17:00A nova legislação de convênios e contratos de repasse Novembro de 2019Curso Completo com foco na nova legislação de convênios e contratos de repasse

27nov(nov 27)08:3029(nov 29)16:30Formação de Gestores Públicos e Ordenadores de Despesas – Uma visão estratégicaSeja capaz de introduzir em sua Administração o Plano Estratégico por meio de Projetos

dezembro 2019

02dez(dez 2)08:3004(dez 4)16:30Esocial na Administração Pública incluindo os novos layouts dezembro de 2019Curso fundamental para capacitar os profissionais a fim de prestarem corretamente as informações ao eSocial.

05dez(dez 5)08:0006(dez 6)17:00Novo Projeto Básico do Siconv compacto na prática Dezembro de 2019Teoria e prática do novíssimo projeto básico do Sistema de Gestão de Convênios do Governo Federal – Siconv.

09dez(dez 9)08:3011(dez 11)18:00Curso Completo de Contabilidade Pública - Encerramento de exercícioEsteja apto a identificar conceitos e características da contabilidade aplicada ao setor público para o encerramento de exercício.

16dez(dez 16)08:0020(dez 20)17:00Curso Plataforma +Brasil Completo Dezembro de 2019Saiba tudo sobre o funcionamento da Plataforma +Brasil e sua correta utilização. Curso com todas as atualizações do módulo de transferências Voluntárias - Siconv

Calendário de Cursos da I9 Treinamentos para 2019

Cursos em Destaque

Rolar para cima
X