Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Festas juninas movimentam turismo local e geram empregos para as comunidades

Festas juninas movimentam turismo local e geram empregos para as comunidades

Festas juninas movimentam turismo local e geram empregos para as comunidades

Neste ano, Ministério do Turismo vai investir R$ 4 milhões nos festejos que estão se consolidando como um produto turístico originalmente brasileiro

Festas juninas movimentam turismo local e geram empregos para as comunidades – Depois do Carnaval, possivelmente são as festas juninas as maiores representantes da cultura popular do Brasil. Basta ver as multidões que se reúnem para celebrar São João, Santo Antônio e São Pedro, especialmente no Nordeste, mas também em todo o país. Para 2019, o Calendário Nacional de Eventos do Ministério do Turismo possui 103 eventos já cadastrados com esse perfil, em 15 estados de todas as regiões brasileiras, que se iniciam ainda neste mês e se intensificam em junho e julho. E esse número pode aumentar em até 37% até o fim de maio.

Segundo o ministro Marcelo Álvaro Antônio, o forte envolvimento das populações locais nas festas juninas impulsionam o turismo regional. “Estes eventos são importantes indutores do turismo nacional e atraem visitantes de todo o Brasil e do mundo que desejam conhecer a diversidade cultural que o país tem a oferecer. É um produto turístico que tem a cara do Brasil e está em franco processo de estruturação e consolidação”, pontuou o ministro. Neste ano, o Ministério do Turismo vai investir cerca de R$ 4 milhões para apoiar a realização de vários festejos brasileiros.

Leia também:

MTur orienta formulação de emendas parlamentares para projetos de turismo

O aumento do fluxo de turistas, em junho e julho, movimenta o comércio e gera empregos antes, durante e depois das comemorações. Para se ter uma ideia, somente em Campina Grande (PB), que promove uma das maiores festas do país, se espera um público de 3 milhões de visitantes, com injeção de quase R$ 300 milhões na economia local e geração de 3 mil empregos diretos e indiretos na região. Em público, a pernambucana Caruaru espera cerca de 2,5 milhões de pessoas, com uma estimativa de faturamento regional na casa dos R$ 240 milhões.

Segundo a secretária de Desenvolvimento Econômico de Campina Grande, Rosália Lucas, neste ano a festa contará com o maior pré São João da história, com 80 eventos em restaurantes, bares e shoppings de atrações locais e nacionais. Além disso, ela conta que três novas redes de hotéis inauguraram na região e passam a atender a demanda de hospedagem para o evento, que nos últimos anos teve lotação máxima. Com 31 dias de duração e cerca de 5 mil artistas nacionais e locais em 1.800 atrações culturais, a festa completa 36 anos e fará, nesta edição, uma homenagem à cantora Elba Ramalho e ao cantor e compositor Jackson do Pandeiro.

Ainda no Nordeste, a Cidade Junina de Mossoró (RN) pretende receber 1 milhão de pessoas, uma média de 100 mil visitantes por noite, em uma das festas mais tradicionais do gênero no país. O resultado será uma movimentação econômica de mais de R$ 50 milhões com geração de empregos para costureiras, bordadeiras, brincantes (o pessoal que se apresenta nos grupos) e no comércio local. Já em São Luís (MA), o Bumba meu Boi, patrimônio imaterial brasileiro, terá este ano cerca de 50 mil pessoas acompanhando as apresentações que contam com mais de 500 grupos folclóricos.

Quando conheceu as festas juninas de Campina Grande e Caruaru, no ano passado, o publicitário Sérgio Santos não tinha noção da importância que o povo local dá a essas festividades e nem da grandiosidade das comemorações, mesmo vistas pela televisão. “Sempre tive vontade de conhecer. A cultura é fortemente preservada, com apresentações de artistas locais, competições de quadrilhas e intervenções culturais”, afirma.

O servidor público conta, ainda, que o comércio fica bastante movimentado, desde os hotéis até o comércio de barraquinhas fora dos locais onde ocorrem os shows e apresentações. “As comemorações ocorrem mesmo fora dos grandes centros destinados ao evento, pois muitas vezes o espaço não é suficiente para todos que querem participar. O que mais me chamou atenção foram as fogueiras que alguns moradores acendem na frente de suas casas para os santos”. Para ele, a volta é certa. “O povo é muito receptivo e os eventos são tão grandes que é muito difícil alguém não encontrar um ambiente que lhe deixe confortável”, destaca Santos.

Segundo o secretário municipal de Turismo de João Pessoa, Fernando Paulo Pessoa Milanez, o trabalho desenvolvido é para que o festejo junino da cidade tenha seu valor turístico reconhecido, tanto no Brasil como no mundo. “Trata-se de uma manifestação cultural extremamente rica, que tem enorme potencial para se transformar em um produto turístico tão importante quanto o Carnaval”, enfatiza o secretário. Ele ainda ressalta que o São João da Paraíba não se resume apenas a Campina Grande. “Aqui a celebração ocorre em quase todos os bairros. É uma festa com grandeza comprovada na diversidade e originalidade de suas atrações artísticas, como também na sua rentabilidade econômica, fluxo turístico e, primordialmente, na participação popular”, afirma.

TOUR JUNINO PELO BRASIL – A capital do Carnaval, Salvador, também não deixa a desejar na época de São João. Ouros municípios baianos também participam do circuito “São João na Bahia”, como São Francisco do Conde e Amargosa. A Festa Junina de Salvador conta com mais de 100 shows que acontecem no Pelourinho e no Subúrbio Ferroviário, onde a cidade toda é tomada pelas comemorações.

Mas quem acha que somente o Nordeste produz grandes festas, ainda não conhece as comemorações em Minas Gerais e no Pará. A capital mineira, Belo Horizonte, entrou definitivamente no calendário junino tendo como ponto alto o campeonato de quadrilhas e a gastronomia mineira, que ganhou um circuito especial com a participação de restaurantes da cidade.

Recheada de referências a mitos amazônicos, o Festival Junino de Bragança, no Pará, se tornou único no país. Bois-bumbás, cordões de pássaros da região caeteuara e grupos musicais populares de raiz são algumas das atrações. Além disso, a cada noite, um grupo da agricultura familiar de comunidade distinta mostra o processo de fabricação da farinha de mandioca e a Casa Caeteuara expõe e comercializa o artesanato bragantino.

Admirada pelas festas juninas desde criança, a arquiteta Laisa Carpaneda, 30 anos, é conhecida pelos amigos, família e também no ambiente profissional por não perder nenhuma festividade em sua cidade nesta época do ano. “Eu vou em todas as comemorações aqui em Brasília e já viajei para outras cidades em busca de conhecer outras festas juninas, como em Minas Gerais e São Paulo, por exemplo. Você fica imerso em uma cultura típica do nosso país e esse sentimento é maravilhoso e engrandecedor”, destaca a arquiteta.

OFERTA TURÍSTICA – O Calendário Nacional de Eventos do Ministério do Turismo tem como objetivo divulgar os eventos turísticos brasileiros e agregar valor à imagem dos destinos, além de fornecer informações de qualidade sobre a oferta turística do Brasil que possam ser úteis ao turista no momento de planejar suas viagens. As informações contidas nesse Calendário foram integralmente coletadas de forma colaborativa, majoritariamente em parceria com secretarias estaduais e municipais de Turismo.

Com 2.869 eventos cadastrados este ano, o calendário já conta com 584 registros a mais do que em 2018, quando foram inseridas 2.285 festividades. As duas categorias de eventos com maior número de cadastros são as de caráter “artístico, cultural e folclórico”, com 1.087 registros; e “religioso”, com 499. Os eventos gastronômicos assumem a terceira posição, com 277 projetos cadastrados, lugar ocupado pelos esportivos no ano passado, que hoje somam 244 eventos.

Fonte

Conheça a relação de cursos online e ao vivo da I9 Treinamentos para o ano de 2019. Novos cursos e professores renomados. Clique na imagem abaixo e fique sabendo muito mais…

Conheça cursos presenciais I9 Treinamentos 2019

junho 2019

24jun(jun 24)08:0025(jun 25)17:00Gestão do Patrimônio Público sob ótica das NBCASPConheça as modernas técnicas de suprimentos e gestão de materiais e principalmente, na área pública o Desfazimento de Bens.

26jun(jun 26)08:3028(jun 28)16:30Orçamento Público integrado com Execução Orçamentária, Financeira e ContábilCompreenda os fundamentos e princípios que norteiam o ciclo orçamentário e seus instrumentos de gestão pública referentes aos recursos públicos.

julho 2019

01jul08:0002(jul 2)17:00Contratação de Serviços Terceirizados em três momentosTudo sobre Contratação de Serviços Terceirizados em três momentos: Planejamento da licitação, seleção de propostas e gerenciamento do contrato.

03jul(jul 3)08:3005(jul 5)16:30Curso de Siconv compactoCurso compacto para aqueles que tem pouco tempo e querem aprender sobre o funcionamento do Siconv e sua correta utilização.

08jul(jul 8)08:0009(jul 9)17:00Marco Regulatório das Organizações da Sociedade CivilPrepare editais de seleção de organizações da sociedade civil que assegurem processos econômicos e juridicamente eficientes.

10jul(jul 10)08:3012(jul 12)16:30Cerimonial, Protocolo e Organização de EventosHabilite-se a executar solenidades com excelência.

15jul(jul 15)08:0019(jul 19)17:00Curso Siconv Completo Julho de 2019Saiba tudo sobre o funcionamento do Siconv e sua correta utilização. Curso com todas as atualizações do Siconv

22jul08:0018:00Tudo sobre o SistecTudo sobre o Sistec

24jul08:0018:00Simec Introdução ao PAR julho de 2019compreenda a correta utilização do SIMEC na fase preparatória

25jul08:0018:00Simec Fase de Diagnóstico do PAR julho de 2019Compreenda a correta utilização do SIMEC de Diagnóstico do PAR

26jul08:0018:00Simec Fase de Planejamento e Execução julho de 2019Compreenda a correta utilização do SIMEC de Planejamento e Execução

29jul(jul 29)08:3031(jul 31)16:30Tesouro Gerencial AvançadoExecute as funções do sistema Tesouro Gerencial

agosto 2019

01ago08:0002(ago 2)17:00Gestão descomplicada de Termos de Execução Descentralizada julho de 2019Conheça as formas de qualificação, apresentação, formalização, execução e fiscalização de termos de execução descentralizada.

05ago(ago 5)08:0009(ago 9)17:00Curso Siconv Completo Agosto de 2019Saiba tudo sobre o funcionamento do Siconv e sua correta utilização. Curso com todas as atualizações do Siconv

12ago(ago 12)08:3014(ago 14)16:30Desenvolvimento e Capacitação pra Pregoeiros e Equipe de ApoioSeja capaz de realizar pregões presenciais e eletrônicos na prática.

15ago(ago 15)08:0016(ago 16)17:00Elaboração de Projetos na práticaIdentifique os conceitos, diferencie as principais abordagens metodológicas e organize o seu plano de projeto

19ago(ago 19)08:3021(ago 21)16:30Esocial na Administração Pública incluindo os novos layoutsCurso fundamental para capacitar os profissionais a fim de prestarem corretamente as informações ao eSocial.

22ago(ago 22)08:0023(ago 23)17:00Curso completo de SISMOB agosto de 2019Conheça a nova versão do Sistema de Monitoramento de Obras (Sismob).

26ago(ago 26)08:3028(ago 28)16:30Curso de Retenção de tributos em notas fiscaisConheça de forma clara e objetiva os procedimentos das retenções dos tributos (IRRF, INSS, PIS, COFINS, CSLL e ISS)

29ago(ago 29)08:0030(ago 30)18:00Emendas Parlamentares agosto de 2019Entenda o processo de captação de recursos através de emendas parlamentares