Compartilhar no facebook
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica

A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica

A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica

A uniformização da jurisprudência e a segurança jurídica – A função institucional do Poder Judiciário é dizer o direito, proporcionando a segurança jurídica aos jurisdicionados. Eis aí o significado da palavra jurisdição, que é a dicção do juris, isto é, a dicção do direito.

Daí decorre uma necessidade imperiosa, que é a certeza oriunda das decisões judiciais, que é produto de reiteradas decisões no mesmo sentido, quando se trata das mesmas questões controvertidas. A disparidade das decisões judiciais significa a antítese desta certeza que todos buscamos, o que gera insegurança na sociedade e estimula o ingresso em juízo.

Sabemos que no mundo ocidental há dois grandes sistemas jurídicos, que são o civil law e o common law.

O primeiro, civil law, que é aquele a que nos filiamos, caracteriza-se pela edição das leis e sob seu império é que se constroem as decisões judiciais e a jurisprudência.

Já o sistema do common law, em opção ao anterior, caracteriza-se pela construção de precedentes, ou de julgados, representados pelas decisões anteriores, e que servem de fundamento para as futuras decisões.

A literatura jurídica ensina que os dois regimes têm origem na ocupação pelo Império Romano dos territórios de todos os povos por eles subjugados, impondo inclusive seu próprio ordenamento jurídico. Assim, enquanto a maioria dos povos adotou o Direito Romano como ordenamento, aceitando o império da lei romana, os povos anglo-saxões rebelaram-se contra essa regra, desprezando o Direito Romano, e criaram um regime de precedentes jurídicos, o que explica a existência dos dois regimes por nós referidos.

Nós nos filiamos, como referido, ao sistema do civil law, isto é, ao império da lei, como base de nosso ordenamento jurídico. E a interpretação da lei, na sua aplicação ao caso concreto, cria a jurisprudência, que consiste no conjunto de julgados que orientam os juízes e os jurisdicionados nas suas ações e procedimentos.

Leia também:

Magistrados terão tele consultoria em saúde para decisões urgentes

Daí decorre que, quando temos uma jurisprudência uniforme, a vida em sociedade passa a ter regramento mais claros, resultando numa vida social menos conflituosa, com uma demanda menor no âmbito do Poder Judiciário. Quando há disparidade entre decisões judiciais sobre o mesmo tema, temos uma situação inversa, de insegurança jurídica, provocando, ao contrário, maior número de demandas judiciais.

É esta última a situação que estamos atravessamos quando assistimos a um acúmulo impressionante de processos judiciais, com uma jurisprudência ainda não uniformizada o suficiente para orientar os jurisdicionados.

E no âmbito da Justiça do Trabalho o número de processos assusta pelo seu volume, impedindo os tribunais de proferir decisões céleres o quanto necessário e como resultado de posicionamentos seguros.

A propósito do tema, em entrevista concedida ao Anuário da Justiça e publicada pelo ConJur no sábado (2/2), o ministro do Superior Tribunal de Justiça e diretor da Escola Nacional de Formação e Aperfeiçoamento de Magistrados, Herman Benjamin, afirmou que a “cultura de precedente não é imposição autoritária, mas norte seguro para o juiz”.

Asseverou ainda o ministro que “a aproximação do sistema brasileiro, do civil law com o common law se intensificou com a entrada em vigor do Código de Processo Civil de 2015, e as mudanças começam a pegar”. “Mesmo nos tribunais mais rebeldes, hoje entendem que há um dever que vem com o múnus público de ser juiz, de cumprir as decisões das instâncias superiores. As escolas [da magistratura] têm feito um belo trabalho de mudar a cultura, de passar para o juiz que não se trata de imposição de natureza casuística ou autoritária. É um norte seguro para a nossa carreira.”

Trata-se, como se vê, de um deslocamento do nosso sistema do civil law aproximando-se do common law, na medida em que passa a valorizar mais as decisões judiciais, como precedentes, e que tem como consequência positiva conferir mais segurança a todos, na medida em que passamos a ter mais previsibilidade nos julgamentos, o que desestimula as partes a ingressar em juízo, pois já se sabe o posicionamento judicial, tendo como consequência a solução do conflito sem a necessidade de ingressar em juízo.

Uma das causas a incrementar o número de processos na Justiça do Trabalho é a imprevisibilidade das decisões, como afirmam estudos acadêmicos, daí porque a necessidade imperiosa de se emprestar valor à jurisprudência.

Nesse sentido a Lei 13.467/2017, apelidada de reforma trabalhista, também aqui não andou bem ao alterar o artigo 902 da Consolidação das Leis do Trabalho.

Isso porque o texto anterior do dispositivo exigia, no âmbito do Tribunal Superior do Trabalho, todo procedimento meticuloso para a edição de súmula e orientações jurisprudenciais.

Todavia, com a nova redação, que retirou a competência constitucional do Regimento Interno do Tribunal Superior do Trabalho para edição de súmulas e enunciados, dificultou-se muito a produção da jurisprudência consolidada do tribunal, o que se vê do simples conflito entre os dois textos do dispositivo legal e que, sem dúvida, representa um retrocesso no processo do trabalho, na medida em que ocasionará maior insegurança jurídica à sociedade.

Fonte

agosto 2019

22ago(ago 22)08:0023(ago 23)17:00Curso completo de SISMOB agosto de 2019Conheça a nova versão do Sistema de Monitoramento de Obras (Sismob).

26ago(ago 26)08:3028(ago 28)16:30Curso de Retenção de tributos em notas fiscaisConheça de forma clara e objetiva os procedimentos das retenções dos tributos (IRRF, INSS, PIS, COFINS, CSLL e ISS)

29ago(ago 29)08:0030(ago 30)18:00Emendas Parlamentares agosto de 2019Entenda o processo de captação de recursos através de emendas parlamentares

setembro 2019

02set(set 2)08:3004(set 4)16:30Novo Projeto Básico do Siconv completo prática Setembro de 2019Teoria e prática do novíssimo projeto básico do Sistema de Gestão de Convênios do Governo Federal – Siconv.

05set(set 5)08:0006(set 6)17:00Plataforma +Brasil Setembro de 2019 Incluindo atualizações do SiconvPlataforma +Brasil Setembro de 2019 incluindo atualizações do Siconv

09set(set 9)08:0010(set 10)17:00Marco Regulatório das Organizações da Sociedade Civil – Setembro de 2019Prepare editais de seleção de organizações da sociedade civil que assegurem processos econômicos e juridicamente eficientes.

11set(set 11)08:3013(set 13)16:30Desenvolvimento e Capacitação pra Pregoeiros e Equipe de ApoioSeja capaz de realizar pregões presenciais e eletrônicos na prática.

16set(set 16)08:0020(set 20)17:00Curso Plataforma +Brasil Completo Setembro de 2019Saiba tudo sobre o funcionamento da Plataforma +Brasil e sua correta utilização. Curso com todas as atualizações do módulo de transferências Voluntárias - Siconv

23set(set 23)08:0024(set 24)17:00A nova legislação de convênios e contratos de repasse setembro de 2019Curso Completo com foco na nova legislação de convênios e contratos de repasse

25set(set 25)08:3027(set 27)16:30Gestão de Frota VeículosConhecça uma visão diferenciada das atividades de Operação, Manutenção e Planejamento e Controle de Frota de Veículos.

30set08:0018:00Tudo sobre o Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Saúde - SIOPS - Setembro de 2019O programa aqui exposto visa trazer conceitos ligados ao SIOPS e todas as recentes alterações promovidas no sistema

outubro 2019

01out08:0018:00Gerenciamento do Sistema de Informações sobre Orçamentos Públicos em Educação – SIOPE – Outubro de 2019Administrando corretamente os recursos da Educação através do SIOPE e do SIGARP

02out(out 2)08:3004(out 4)16:30Folha de Pagamento do Funcionalismo PúblicoSaiba elaborar a folha de pagamento de servidores públicos corretamente.

07out(out 7)08:0011(out 11)17:00Curso Plataforma +Brasil Completo Outubro de 2019Saiba tudo sobre o funcionamento da Plataforma +Brasil e sua correta utilização. Curso com todas as atualizações do módulo de transferências Voluntárias - Siconv

14out(out 14)08:0018(out 18)17:00SIAFI Week Avançado Outubro 2019Aprofunde os conhecimentos para atuar na área de execução orçamentária, financeira e contábil através do SIAFI

21out(out 21)08:0022(out 22)18:00Emendas Parlamentares outubro de 2019Entenda o processo de captação de recursos através de emendas parlamentares

23out(out 23)08:3025(out 25)16:30Gestão da Comunicação e Mídias Sociais para a Administração PúblicaConheça os novos paradigmas da comunicação e debata os desafios impostos pela velocidade da comunicação no mundo digital.

28out(out 28)08:0029(out 29)17:00Curso prático de elaboração de termos de referência e projetos básicos outubro de 2019Assegure-se que o processo de licitação será econômico e juridicamente eficiente.

30out01novRevisão, Reequilíbrio e Reajuste de Contratos PúblicosConheça a legislação atualizada, a visão do Tribunal de Contas da União (TCU) e Jurisprudências na prática sobre o assunto.

Conheça a relação de cursos presenciais da I9 Treinamentos para o ano de 2019. Novos cursos e professores renomados. Clique na imagem abaixo e fique sabendo muito mais…

Conheça cursos presenciais I9 Treinamentos 2019

Cursos em Destaque

Rolar para cima
X